logo
27/01/2019 05:00 (53 dias atrás)
Glauco Mike é campeão do Super Knockout e assume a liderança do ranking do Circuito RNPB.

O segundo campeão da Etapa Final do Circuito RNPB São Bento foi conhecido na madrugada deste domingo. Após a conquista de Aryan Ouriques no High Roller, Glauco Mike levou a melhor no Super Knockout e assumiu a liderança do ranking.


Com buy in de R$ 185, 15 mil fichas e blinds de 15 minutos, o Knockout contou com 38 entradas e chegou perto dos R$ 4 mil de prize, além dos bounties, que premiavam cada eliminação com o valor de R$ 50.


Com a eliminação de Vinicius Sales em décimo, estava formada a mesa final do Super Knockout.



Em pé: Relim Alves, Glauco Mike, Ewerton Bezerra, Francisco Magno, Arthur “Tutu” Moreira;

Sentados: Miguel Bessa, Ênio Leite, Rodolfo Vaz, Diego Medeiros.


Com o ITM para 7 jogadores, “Tutu” foi a primeira baixa na FT. A bolha foi decidida em all in triplo. Relim Alves anunciou all in com 88. Rodolfo Vaz também apostou todas suas fichas com AK e Diego Medeiros, chip leader no momento, deu call com JJ. O board foi T76 3 9 e com seqüência, Relim triplicou seu stack e viu Diego puxar o pote paralelo, eliminando Rodolfo em oitavo, na bolha do dinheiro.


Short stack nesse momento, Glauco Mike só conseguiu respirar e chegar na média no 3-handed, quando dobrou em cima de Relim. Após eliminar Diego Medeiros em terceiro, Glauco chegou grande no heads-up e rapidamente garantiu o título “Estou muito feliz. Bolhei o troféu ontem no High Roller, perdi um QQ contra JJ. Hoje deu tudo certo”, contou o campeão.


Com o título, Glauco assumiu a liderança do ranking do Circuito RNPB, com apenas o Main Event e Last Chance a serem jogados na temporada. Classificado para Final do evento principal com pouco mais de 20 big blinds, Glauco projetou a decisão “Amanhã vai ser complicado, pressão total. Tenho que conseguir uma dobra, torcer para o baralho ajudar e chegar em mais uma FT. São 3 anos batendo na trave, esse ano vamos levar”, comentou, se referindo as duas últimas temporadas, quando disputou o ranking até o último torneio.


O otimismo foi uma arma importante para Glauco na reta final “Joguei o tempo todo curto. Depois que cheguei na mesa final, as coisas foram fluindo. Quando chegou no 3-handed falei: resolvam quem vai ficar em segundo, que o primeiro é meu”, brincou.


Emocionado, o campeão ofereceu a vitória “Vai para os meus filhos, Glauco Lucas, que tem 5 anos, e o Gustavo Lucas, que vai fazer 2 meses”, finalizou.


Confira a premiação do Super Knockout (sem bounties):


1º - Glauco Mike - R$ 1.200


2º - Relim Alves - R$ 800


3º - Diego Medeiros - R$ 550


4º - Miguel Bessa - R$ 450


5º Ewerton Bezerra - R$ 350


6º Francisco Magno - R$ 250


7º Ênio Leite - R$ 200